Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Comando Militar do Planalto celebra 62 anos

Publicado: Sexta, 29 de Abril de 2022, 15h40 | Acessos: 1043
imagem sem descrição.

Uma solenidade marcou a comemoração dos 62 anos do Comando Militar do Planalto e da 11ª Região Militar. Militares dos Grandes Comandos e Organizações Militares Diretamente Subordinadas, participaram da formatura presidida pelo Comandante Interino do Exército, General de Exército Marco Antonio Amaro dos Santos, acompanhado do Comandante Militar do Planalto, General de Divisão Gustavo Henrique Dutra de Menezes e do Comandante da 11ª Região Militar, General de Brigada Paulo Afonso Bruno de Melo. Na ocasião, personalidades civis e militares foram condecoradas com o Diploma de Colaborador Emérito, Amigos da 11ª Região Militar e medalha da Ordem do Mérito Militar, a maior condecoração militar destinada aos que contribuíram ou contribuem, de alguma maneira, com a Força Terrestre.
Prestigiaram a cerimônia, o Secretário de Economia e Finanças do Exército, General de Exército  Sérgio da Costa Negraes; o Chefe do Departamento de Educação e Cultura do Exército, General de Exército Flavio Marcus Lancia Barbosa; o General de Exército Renato Joaquim Ferrarezi, Antigo Comandante da 11ª Região Militar; o Presidente da Fundação Habitacional do Exército (FHE) - Associação de Poupança e Empréstimo (POUPEX);  e demais autoridades civis e militares.

Tropa Planalto

Um aquartelamento de madeira, próximo ao Palácio da Alvorada, foi o embrião. Sede da primeira Organização Militar do Exército Brasileiro em Brasília. Quatro dias após a inauguração da capital federal, em 25 de abril de 1960, foi criado o Comando Militar de Brasília e a 11ª Região Militar, abrangendo os territórios do Distrito Federal, do Estado de Goiás e da região do Triângulo Mineiro. Mais tarde, com a emancipação do norte goiano, também incorporou sob sua jurisdição a maior parte do estado do Tocantins.
Nomeado, oficialmente, como Comando Militar do Planalto (CMP) em 1969, tem como missão uma gama de atribuições: contribuir com o Exército Brasileiro para a garantia da Soberania Nacional, dos Poderes Constitucionais, da Lei e da Ordem; cooperar com o desenvolvimento nacional e o bem-estar social; apoiar a Segurança Presidencial; realizar a Guarda e o Cerimonial Militar da Presidência da República; participar de Operações Internacionais; e colaborar para o fortalecimento da imagem da Força. 
Desenvolveu suas atividades durante quatro décadas na Esplanada dos Ministérios, sendo transferido em 2013 para as atuais instalações, no Setor Militar Urbano. Junto ao seu moderno e sustentável quartel-general, está a 11ª Região Militar, autônoma desde 1994 e responsável pelo suporte às tropas do Comando Militar do Planalto, que ainda conta com outras duas Grandes Unidades: o Comando de Artilharia do Exército e o Comando de Operações Especiais. E seis Organizações Militares Diretamente Subordinadas: Batalhão de Polícia do Exército, Batalhão da Guarda Presidencial, 1º Regimento de Cavalaria de Guardas, 2º Batalhão Ferroviário, Base de Administração e Apoio e 7ª Companhia de Inteligência.
E, assim, o CMP persegue sua tradição de cultuar a bravura e o pioneirismo, como fiel herdeiro dos desbravadores do Núcleo Central brasileiro. Ao mesmo tempo em que prima por novas capacidades operativas e competências organizacionais e individuais, projetando-se para o futuro: um Comando Militar de Área com efetiva capacidade operacional e logística, caracterizado pelo elevado nível de profissionalismo e entusiasmo de seus quadros. Capaz de empregar produtos de defesa tecnologicamente avançados e de enfrentar os desafios inerentes a um Exército da Era do Conhecimento.

registrado em:
Fim do conteúdo da página